• Imagem: 5.jpg

Prefeitura de Pirajuí promove campanha “Maio Roxo” pelo diagnóstico de doenças inflamatórias intestinais

Prefeitura de Pirajuí promove campanha “Maio Roxo” pelo diagnóstico de doenças inflamatórias intestinais

Em parceria com a Secretaria de Saúde, a ação visa a conscientização sobre o tema

A Prefeitura de Pirajuí, em parceria a Secretaria de Saúde, traz para o debate nesta semana o tema “Maio Roxo” que visa a conscientização do diagnóstico de doenças inflamatórias intestinais. As ‘DIIs’ são caracterizadas por um grupo de condições inflamatórias do trato digestivo, mediadas pelo sistema imunológico, das quais as principais são a doença de Crohn e a retocolite ulcerativa.

Segundo a Sociedade Brasileira de Coloproctologia (SBCP), mais de cinco milhões de pessoas em todo o mundo são afetadas por DIIs, e a prevalência dessas doenças está aumentando no Brasil, afetando 100 pessoas a cada 100 mil habitantes, com maior incidência nas regiões Sul e Sudeste.

As doenças inflamatórias intestinais são doenças crônicas que requerem acompanhamento médico contínuo para o controle dos sintomas ao longo da vida. Embora não tenham cura, os sintomas podem ser controlados com medicamentos que ajudam a recuperar a qualidade de vida dos pacientes. É importante estar atento a sintomas como dor abdominal persistente, diarreia e sangramento nas fezes, e buscar atendimento médico para diagnóstico precoce. O diagnóstico antecipado é essencial para iniciar o tratamento adequado rapidamente, evitando a piora do quadro e complicações graves que podem necessitar de internações e cirurgias.

Segundo a Secretária de Saúde, Evandra Zarbin, pacientes com DIIs têm um risco maior de deficiências nutricionais e precisam focar em uma nutrição reforçada com suplementos alimentares “É crucial manter uma alimentação variada e rica em proteínas, equilibrando carboidratos, gorduras, vitaminas e minerais. Assim, a alimentação adequada, em conjunto com o tratamento medicamentoso, auxilia no controle das crises’’.

A doença de Crohn, por exemplo, pode causar diarreia, cólica abdominal, febre frequente e, às vezes, sangramento retal, além de perda de apetite e peso. Reconhecer esses sintomas e buscar ajuda médica pode prevenir complicações graves que muitas vezes exigem internações e cirurgias.


Compartilhar


Mais Notícias


Comentários

    Nenhum comentário registrado. Seja o primeiro!

Deixar um comentário

Atenção: seu e-mail não será publicado.

Nosso site faz o uso de cookies para melhorar sua experiência de navegação. Leia sobre como utilizamos cookies e como você pode controlá-los clicando em "Preferências de Privacidade" à direita.

Preferências de Privacidade

Quando você visita qualquer site, ele pode armazenar e recuperar informações através do seu navegador, geralmente na forma de cookies. Como nós respeitamos sua privacidade, você pode escolher não permitir coletar dados de alguns tipos de serviços. Entretanto, ao não permitir esses serviços sua experiência pode ser impactada.


Carregando... Por Favor, aguarde...
ACESSIBILIDADE

Para navegação via teclado, utilize a combinação de teclas: Alt + [ de atalho]

Atalhos de navegação:

Tamanho da Fonte/Contraste
fechar
ACESSIBILIDADE